Carregando... Carregando...
 
Busca Simples
  • Você está em Início
  • » RBSO
  • » Revista Brasileira de Saúde Ocupacional

Revista Brasileira de Saúde Ocupacional

Revista Brasileira de Saúde Ocupacional
RBSO

Publicação científica da

Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho

FUNDACENTRO

 

Finalidade

Publicar artigos científicos relevantes para o desenvolvimento do conhecimento e para incrementar o debate técnico-científico no campo da Saúde e Segurança no Trabalho (SST).

RBSO comunica

1. RBSO convida a comunidade técnico-científica a submeter artigos para o Dossiê Intervenção em Saúde do Trabalhador

 

O campo da Saúde do Trabalhador convoca uma forma distinta da produção de conhecimentos, uma forma de ação engajada nas quais os conhecimentos produzidos devem estar vinculados à transformação das situações e condições de trabalho.

 

No entanto, grande parte da produção acadêmica no campo restringe-se à produção de diagnósticos, por vezes associando prevalência / incidência de agravos a determinados fatores de risco, ou a análise do funcionamento dos serviços e suas lacunas, tanto organizacionais quanto profissionais, dentre outros temas dominantes.

 

Como se sabe, o movimento da ST surge da articulação entre trabalhadores e agentes do estado e dos serviços, defendendo novas práticas para o enfrentamento dos agravos no trabalho e exigindo uma revisão conceitual para compreensão e superação dos problemas. Esse enfrentamento depende da efetividade das intervenções realizadas, cujo objeto pode ser tanto a formação / capacitação dos trabalhadores, de seus representantes e de profissionais e técnicos, quanto ações direcionadas a mudanças das situações de trabalho para a prevenção de agravos, viabilizadas por meio de ações de vigilância, de fiscalização dos ambientes de trabalho, de acordos coletivos, de ações sindicais e de trabalhadores, do desenvolvimento científico e tecnológico e de outras ações técnicas, institucionais e políticas.

 

Este dossiê tem como objeto a ‘intervenção em ST’. Ao estudar a intervenção no campo, pretende-se conhecer as abordagens e métodos empregados, os mecanismos utilizados, os atores envolvidos, os arranjos sócio-técnicos colocados em prática pelos profissionais ou pesquisadores ou ainda pelos movimentos dos trabalhadores para construir a prevenção, a eliminação dos agravos ou sua minimização.

 

Diferentes disciplinas concebem de forma diversa a intervenção, que não tem sido, de modo geral, preocupação central da pesquisa no campo, o que dificulta seu ensino e uso na extensão. Quais são os modelos de intervenção disponíveis para a ST e as suas características? Qual é o papel de quem a conduz e dos demais atores? Qual é seu objeto? Quais instrumentos, regras e princípios éticos se aplicam? O objetivo é influenciar o resultado final ou o processo que desencadeiam?

 

Parece central, assim, analisar no seio da intervenção, a relação entre pesquisadores e profissionais e trabalhadores, para poder discutir o tipo de conhecimento produzido, assim como a efetividade da mudança.

 

Esperam-se, para compor este dossiê, artigos originais de pesquisa, revisões sistemáticas, ensaios e relatos de experiência cujo objeto é a intervenção em ST, seus determinantes, objetos e impactos na busca de melhores condições de trabalho.

 

Os manuscritos deverão ser submetidos aqui.

 

Todos os manuscritos submetidos deverão atender às instruções da RBSO e serão avaliados de acordo com o procedimento ali descrito.

 

Na submissão dos manuscritos, os autores deverão informar na carta de apresentação tratar-se de trabalho referente ao dossiê temático Intervenção em Saúde do Trabalhador.

 

Prazo para submissão de manuscritos: 30/11/2017

 

Editores do dossiê:

José Marçal Jackson Filho – editor-chefe RBSO – Fundacentro

José Augusto Pina – editor convidado - Cesteh - Fiocruz

Kátia Reis de Souza – editora convidada - Cesteh - Fiocruz

Rodolfo Vilela – editor associado RBSO – Faculdade de Saúde Pública / USP


 

2. English information about RBSO in SciELO

 


 

3. Qualis/CAPES para o quadriênio 2013-2016:

 

Área de Avaliação Classificação
CIÊNCIAS AMBIENTAIS B1
EDUCAÇÃO FÍSICA B1
PSICOLOGIA B1
SAÚDE COLETIVA B1
SERVIÇO SOCIAL B1
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E DE EMPRESAS, CIÊNCIAS CONTÁBEIS E TURISMO B2
CIÊNCIA POLÍTICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS B2
ENFERMAGEM B2
INTERDISCIPLINAR B2
SOCIOLOGIA B2
ECONOMIA B3
ENSINO B3
ODONTOLOGIA B3
ANTROPOLOGIA / ARQUEOLOGIA B4
BIOTECNOLOGIA B4
ENGENHARIAS III B4
MEDICINA II B4
NUTRIÇÃO B4
BIODIVERSIDADE B5
CIÊNCIAS AGRÁRIAS I B5
MEDICINA I B5
CIÊNCIAS BIOLÓGICAS II C

 

FUNDACENTRO - Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho.
Sede: Rua Capote Valente, Nº 710 - CEP: 05409-002 - SÃO PAULO-SP - BRASIL - CAIXA POSTAL: 11.484 / CEP: 05422-970
Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial sem a permissão da Instituição.